Foto: Fernando Pereira / SECOM-PMSP (08/02/2017)

A Prefeitura de São Paulo apresentou ontem (10/04) o balanço dos 100 primeiros dias de gestão. Em meio a polêmicas e marketing, João Dória Jr. lançou 60 programas em diversas áreas.  Entre as ações, algumas se destacaram mais por conta de críticas e repercussão negativa.

Parte do programa Cidade Linda, a ação de pintar os muros de cinza gerou debates sobre arte urbana, espaço público e cultura, mas o prefeito foi irredutível, passou a apagar grafites e pichações e aumentou a pena para pichadores. Nesta semana, em entrevista à GloboNews, Dória já admitiu que avaliou mal a ação feita na Avenida 23 de Maio.

Uma das principais bandeiras levantadas por Dória durante a campanha foi a velocidade nas marginais. O prefeito cumpriu a promessa e no primeiro mês aumentou o limite máximo de velocidade. Lançou o plano Marginal Segura para tentar sustentar esse aumento, incluindo novas placas e mais agentes. Mas, de acordo com dados da CET, no primeiro mês foram registrados 106 acidentes com vítimas e, no segundo, 117. A média mensal de acidentes com vítimas em 2016 foi de 64 ocorrências. Apesar dos dados, o prefeito afirma que a situação está sob controle.

O Corujão da Saúde foi uma das ações mais repercutidas. De acordo com a prefeitura, o plano foi um sucesso e conseguiu zerar a fila de exames deixada pela gestão anterior. No entanto, para conseguir isso, os pedidos feitos neste ano foram deixados em segundo plano e, de acordo com levantamento da Folha de S. Paulo, a fila atual chega a 94,7 mil pessoas. Outro dado questionado sobre o programa é que a rede privada obteve um investimento maior do que a pública, mas realizou apenas 20% dos atendimentos.



A reformulação do Programa Leve Leite consiste na redução de beneficiados pelo programa com o objetivo de conter gastos. Anteriormente, 916,2 mil crianças e adolescentes recebiam o benefício. Agora, sem abranger estudantes de 7 a 16 anos, o número caiu para 431,7 mil. A prefeitura acredita que, nesta faixa etária, o leite não é necessário para complemento nutricional.

A ação Sua Nota Vale Um Milhão sorteia R$ 1 milhão por mês entre os cadastrados que pedirem a nota fiscal de serviços. Antes, a Nota Fiscal Paulistana abrangia as mesmas pessoas e, além de sorteios mensais, restituía parte do que foi pago em impostos. 

Apesar das ações polêmicas, a avaliação do prefeito ainda é boa e há quem o defenda como candidato à presidência em 2018. A última pesquisa feita pelo Datafolha aponta aprovação de 43%, um recorde na comparação com os prefeitos anteriores.  Tudo isso é reflexo do bom trabalho de marketing feito por ele e sua equipe. Além das aparições semanais trajado de gari, para reforçar a imagem do João trabalhador, Dória é extremamente ativo nas redes sociais, o que ajuda na ampla divulgação de seus programas.

O discurso do prefeito também é muito bem treinado e dialoga com o senso comum entre seus eleitores. O tucano busca aumentar a rivalidade com o PT e,  por muitas vezes, utiliza o ex-presidente Lula como um adversário. Quando recebe alguma crítica, Dória aproveita a situação para pedir doações para a cidade, como aconteceu com a Amazon, ou chama o crítico de petista e o manda para Curitiba, como aconteceu com André Singer, colunista da Folha de S. Paulo.

Por enquanto, o investimento na parte de marketing traz resultados. O prefeito consegue amenizar impactos negativos das suas ações e seu discurso antipetista repercute nas redes sociais, ganhando mais visibilidade. Mas a rejeição de Dória, que era de 13%, subiu e já alcança 20%, de acordo com a mesma pesquisa do Datafolha. Apesar de o tucano atribuir o resultado negativo a simpatizantes do PT, o aumento foi significativo e já supera o resultado dos antigos prefeitos Fernando Haddad e Gilberto Kassab no mesmo período.

6
0

Escrever artigo sobre este tema

O The Global P. é uma plataforma aberta de debate. Os textos nele postados não refletem a opinião do site. Você tem uma opinião diferente da desse autor? Escreva o seu próprio artigo! Clique aqui e saiba mais.