Uma menina de 17 foi estuprada por trinta e três homens. Há muitas coisas tristes em relação a esse fato.

Primeiramente, o fato em si. Estupraram-na e fizeram questão de filmar tudo. Não tive coragem nem vontade de assistir, as meninas que falaram que assistiram choraram, choraram muito.

Uma mulher violentada dessa maneira é o que há de mais assustador para outras mulheres, que todos os dias temem em andar sozinha nas ruas, seja dia ou noite. É o que mais se teme para alguma pessoa próxima. É o mais assustador para qualquer pessoa.

Mas o que mais assusta é que o mundo precise que algo assim aconteça para entender que o mundo é muito hostil com as mulheres, que o feminismo não é esse tal de “mimimi”, como tantas pessoas teimam em dizer.

Toda a sequência de fatos mostra o retrato do que acontece com qualquer mulher na sociedade, nas devidas proporções: a mulher não pode escolher com quem tem relações sexuais sem ser julgada, a mulher, se assediada, leva a culpa. Foi a bebida, foi a roupa curta, foi a “simpatia em excesso”. A mulher que perde um cargo pra um homem não foi competente o suficiente.

Essa mulher foi estuprada, filmada e ridicularizada pelos seus assediadores. O mundo precisava disso para assumir que o feminismo é uma luta essencial para nossos dias: nós, mulheres, cansamos de homens ditarem nossa vida, ditarem o que fazemos com nosso corpo, com nossa própria vida.

Para piorar tudo isso, não foram as pessoas que a colocaram como culpada, disseram que ela “pediu”. Será que nossa sociedade vai aprender alguma coisa com isso?

Às mulheres que não acham que o feminismo é necessário, essa é a última chamada pra o mundo real: precisamos TODAS lutar pelos nossos direitos, para sermos donas de nós mesmas e para não sermos julgadas e colocadas como culpadas.

Aos homens, passou a hora de começar a dar valor pra essa luta. Nada de ser “feministo”, mas chega de falar mal de mulheres por quem ela beija, pela roupa que ela usa, de diferenciar que mulher é ou “para namorar”. Chega de ridicularizar e diminuir mulheres.

E chega de achar ok que é preciso que uma mulher seja estuprada por TRINTA E TRÊS homens para que o feminismo seja valorizado.

15
0

Escrever artigo sobre este tema

O The Global P. é uma plataforma aberta de debate. Os textos nele postados não refletem a opinião do site. Você tem uma opinião diferente da desse autor? Escreva o seu próprio artigo! Clique aqui e saiba mais.