Primeiramente vou deixar claro que seria impossível, ao menos para uma reles mortal como eu, analisar a classificar “A melhor série de todos os tempos”, até porque não tenho idade, nem conhecimento, nem tempo para tanto. Todavia (palavra legal, né?) não é impossível fazer uma analise “geralzona” de tudo, para mostrar minha opinião, que não é universal a proposito. Então vamos ao que interessa.

Suponho eu que exista, genericamente, dois tipos de séries, vou compará-las a duas coisas que todos já conhecem ou, feliz ou infelizmente (geralmente infelizmente), conhecerão um dia. Existe as séries amor e as séries paixão. As séries amor são aquelas pelas quais desenvolvemos sentimentos profundos e duradouros, que não importa o que aconteça na série, mesmo que o criador mate metade do elenco (como em Grey’s Anatomy), ainda a amaremos. Ela nos desperta todos os mais variados sentimentos, ódio, raiva, tristeza, rancor (Shonda Rhimes, por quê???), mas no fundo, no final, sempre restará o amor incondicional. Esse tipo de série tem uma característica geralmente marcante: é extremamente extensa, muito mesmo. Friends, HIMYM, House, Dr.Who, Will and Grace, Lost, CSI, Supernatural, Dbz, Two and a Half Men, TWD, Um Maluco no Pedaço, Eu a Patroa e as Crianças, Todo Mundo Odeia o Chris. etc. Elas nos conquistam as vezes aos poucos, as vezes no primeiro episodio, mas leva um tempo considerável para realmente amá-las. A questão aqui é que essas séries, a meu ver, podem ser excepcionais, mas não podem ser julgadas como a melhor de todos os tempos, por mais que tenham história s maravilhosas, nos apegamos a elas de uma maneira tão afetuosa que acho difícil julgá-las sem uma pontinha de desonestidade para com as outras, são aquelas séries que você se identifica com o personagem, o entende, as vezes sem precisar de muito esforço ou tempo para isso. Acho que as séries que talvez possam (e que fique claro que é um grande talvez) ser julgadas como melhores de todos os tempos são as séries paixão.

As séries paixão são curtas, excitantes, arrebatadoras e acabam antes que você imagine. Elas tem pouco tempo para te prender, te fazer sentir vontade de mais, então precisam ser excepcionalmente boas. E essas são as mais difíceis de achar. As séries amor tem muito tempo para desenvolver seus personagens, as história s e nos fazer ficar apegados, já as séries paixão não, elas em uma única temporada te prendem loucamente e fazem com que anseie por muito mais. De fato algumas séries paixão acabam se tornando amor, exatamente por conta disso, por prender o publico muito bem,  por isso as séries ainda inacabadas não podem ser muito discutidas aqui, pois podem virar séries amor, como Sense8, Orange is the new black, entre outras que estão matando muito dos que leem isto nesse momento de ansiedade.



Infelizmente poucas foram às séries paixão que assistir e que me instigaram esse desejo, talvez na verdade precise assistir mais séries, no entanto isso é detalhe para outro artigo, então foquemos no que já assisti. Fringe é uma série excepcional, apesar de achar que ela não é tão bem disseminada quanto poderia ser, talvez por ficção cientifica ter saído um pouco de moda (apesar dela ser antiga já), mas ela é magnifica, com as 4 primeiras temporadas ela faz uma viagem que talvez seja melhor entendida com uso de LSD (nunca tentei, mas….), no entanto a 5º temporada que estragou um pouco a série, foi um ultimo suspiro que talvez não tivesse que ter sido dado, acho que foram mais longe do que deveriam com ela. Sherlock, ainda inacabada mas não é possível deixar de comentar, no inicio eu achei um pouco longa e cansativa (acho que só no 1º ou até  2º episodio), mas depois ela me pegou de jeito e o final da ultima temporada nos deixa confusos e estou confusa até agora (apesar que sou meio lerda pra essas coisas) e essa confusão é o ingrediente essencial para uma boa série. E por fim, acho que já me alonguei demais, Breaking Bad, a série que a maioria terá que concordar comigo tem o final mais espetacular de todos, ela acabou perfeitamente, sem tirar nem por, acabou exatamente onde tinha que acabar e isso em uma série é algo muito, muito difícil. Além disso a história  nos deu muito mais do que se esperava, do inicio e final de cada episodio era como uma série toda, perfeita, que nos prendia do inicio ao fim, poucos foram os episódios que não causavam essa reação. E o desenvolvimento dos personagens é excitante, em 5 temporadas um professor de química vira um traficante de metafetamina de uma forma tão perfeita, não é corrido e desesperado (como foi o desenvolvimento do filme Dr. Estranho) e nem enrolado e lerdo, é lindo como ele mostra sua real personalidade aos poucos quando começa a ter o poder e sua mente brilhante… ah! Simplesmente perfeito. Talvez esteja exagerando, talvez haja séries e personagens tão perfeitos quanto ele, mas até este momento, na altura de meus 20 anos, Breaking Bad foi a série mais perfeita que já vi.

Concluindo minhas divagações em considerações finais: Sim, exclui todas as séries que achava ser séries amor para esta avaliação e também todas a séries de super heróis que são desenvolvidas a partir de HQ ou séries baseadas em livros, não me odeiem, não odeio esse tipo de série, apesar de não ver muito (juro ser falta de tempo), no entanto acho que essas séries são feitas para um determinado grupo e são baseadas em histórias que já existem, não desmerecendo esse tipo de série (até porque sou das antigas e amo Smallville e amo também GoT), mas acho que ela são apelativas, não no mal sentido, mas já tem uma ideia direcionada, um publico direcionado, que geralmente já conhece a história ou o universo e já ama os ama, além de que para uma analise desse tipo de série é necessário um conhecimento muito maior, pois elas sempre dependerão da HQ, livro ou até mangá, ou seja, além de conhecer a séries seria necessário conhecer o seu formato escrito para poder discuti-la, pode ser que não seja totalmente necessário conhecer, mas ao meu ver não seria uma boa analise se a pessoa não conhecesse pois nesse caso é indispensável a comparação, então acho que para essa categoria seria necessário outro tipo de discussão direcionada a somente esse universo. E obviamente esqueci-me de comentar a sensação do momento e uma série que estou achando excepcional, não sei se vai continuar ou já acabou também, mas Black Mirror mostra, na maioria dos episódios pelo menos, o lado negro da sociedade de seu modo mais profundo e grotesco e é maravilhosa, além de um diferencial dos seus episódios não estarem interligados, é simplesmente incrível, daria para escrever um livro sobre ela, no entanto não sei se já acabou e ainda acho que Breaking Bad está na frente, mesmo Black Mirror conseguindo em um episodio mostrar tanta coisa, a profundidade que sentimos nela somos nos mesmo que projetamos, nós que pensamos pelas experiências que temos na nossa vida, e sinto que em Breaking Bad vemos isso acontecer, vemos ela se desenvolver diante dos nossos olhos e entendemos os personagens pois os vemos crescer, se encontrar, e não simplesmente por comparação a realidade como em Black Mirror. Por fim, pelo bem ou pelo mal, sendo ou não a melhor, Breaking Bad é maravilhosa e isso é inegável.

20
11

Escrever artigo sobre este tema

O The Global P. é uma plataforma aberta de debate. Os textos nele postados não refletem a opinião do site. Você tem uma opinião diferente da desse autor? Escreva o seu próprio artigo! Clique aqui e saiba mais.